O Diplomata | Panquecas & Brunch 🥞

Olá!

Hoje, vamos falar de coisas interessantes: comida! Ahah Basta me dizerem que vou comer panquecas que fico completamente vendida, mas depois de ver o aspeto destas tinha que arranjar oportunidade de experimentar e a semana passada dei lá um saltinho 😉 Vamos lá falar d’O Diplomata, no Porto.

Para lá chegarem apenas precisam de ir até à baixa no Porto [ou Aliados ou Clérigos ou qualquer lugar perto como já entenderam 😛] e depois podem ir a pé. Confesso que o sítio onde se localiza não é o melhor, é muito escondido, no meio de prédios e o “café” não se destaca. O mesmo posso dizer das instalações que me deixaram desapontada: o espaço é muito [reforço, muito] pequeno, quase não se consegue andar lá e se estiver cheio nem conseguem ouvir os vossos pensamentos.

Visto que é um espaço dedicado a panquecas e brunch [yum!] têm um menu cheio de opções tanto para uma coisa, como para outra, bem como uma variedade de bebidas quentes e frias. Para as panquecas têm a opção de escolher duas ou quatro e uma diversidade louca de toppings, sendo que tudo tem o seu preço individual. Para além disso, têm vários tipos de panquecas a escolher (normais, de aveia, vegetarianas e afins) e a oportunidade de fazer um prato cheio de porcarias ou super saudável, o que é um ponto positivo.

Escolhi comer um conjunto de quatro panquecas com chocolate, morangos e twix – sou a maior aliada do xarope de ácer [que também tem lá], mas visto que é o que uso sempre em casa decidi alimentar a gula. As panquecas são realmente boas, no entanto, confesso que fiquei um pouco desapontada com a quantidade de chocolate que vem [nunca pensaram que alguém diria isto, não é? 😆] – não só vêm as quatro panquecas 100% cobertas de chocolate, como ainda tem chocolate entre elas, o que chega a um ponto que se torna demasiado doce para sequer querer acabar de comer; tive começar a retirar o chocolate a mais e, ainda assim, deixei um pouco. Que são mal servidos com o topping líquido não se podem queixar 😁 No entanto, se pedirem só as duas panquecas vem uma quantidade de topping qb que se torna, com certeza, mais agradável.

panquecas o diplomata

Se tiverem curiosidade sobre opções e preços encontram o menu na net [zoomato, por exemplo], mas posso-vos dizer que as panquecas que pedi ficaram por 6.60€ – caro em relação a uns sítios, barato em relação a outros, como é óbvio. Para mim, o preço é mais alto do que o que o menu demasiado doce que me foi servido valia; no entanto, tenho a certeza que se tivesse pedido um menu de duas panquecas tinha ficado mais satisfeita.

Overall, confesso que o espaço [no Porto] não é o melhor, principalmente, se estiver cheio, mas se tiverem oportunidade aconselho a visitarem e matarem os vossos desejos, sempre tendo em atenção aquilo que pedem devido ao problema de doçura de que vos falo. Afinal por panquecas uma pessoa faz sempre um esforço! 😉

Se visitarem dêem-me a vossa opinião 🙂 Já alguém lá foi?

Meo Sudoeste e Meia Dúzia de Fotografias⛺️

Olá!

Quem mais foi ao Sudoeste este ano? 😉  Sim, eu estive lá e, apesar de ter feito um mau trabalho nas fotografias que tirei, decidi deixar-vos aqui uma amostra do acampamento por lá. Não, não é nem metade do que se passa, daí o meu mau trabalho, mas confesso que estava mais “preocupada” em estar lá do que estar com o telemóvel o tempo todo a registar o que se passava.

Se nunca foram e gostavam de ir, aproveitem a oportunidade porque é realmente a melhor semana de férias! O espírito do festival e o convívio são fantásticos, já para não falar que para gostarem de lá estar nem sequer precisam de ir a concertos [se não quiserem claro ahah].

IMG_9126

• As nossas mansões ahah •

IMG_9116

• Praia [com milhões de escadas para lá chegar ahah] •

IMG_9121

• Hora do tacho •

IMG_9127

• De vez em quando também cometíamos estas loucuras •

IMG_9130

• A entrada •

IMG_9135

• Último dia – com a tralha já arrumada •

Claro que faltam aqui milhões de coisas – o canal, recinto, roda gigante, concertos (fotos podres por causa da luz), comida, chuveiros [sim, de água fria!], brindes, zona de comida [importante, claro! ;)], sítios para estar, espaço (…) – que com certeza vos é mostrado bem melhor pela própria organização do que por este metro e meio que mal pegou no telemóvel durante a semana 😉 Mas aqui têm uma amostra bem pequena pelo menos do acampamento 😉

Já foram alguma vez? 🙂

KeePass | Não te esqueças de Nenhuma das tuas Passwords 🔑

Vamos dizer a verdade – este é um problema que nos atinge a todos, certo? É o email, facebook, outro email, coisas do banco (..), tudo com passwords diferentes, e chega a um ponto que temos várias para saber. Já para não falar de quando nos esquecemos delas ou as confundimos! Para prevenir há anos que uso esta aplicação – KeePass – e a única coisa que preciso de decorar aqui é a password de entrada para a própria: é um manager de passwords que guarda todas as que precisarem de forma segura numa base de dados- depois é só consultar. E sim, é grátis!

KeePass

Está disponível para Windows 98 e seguintes, macOS e Linux e funciona de forma muito simples. A aplicação oferece um conjunto de categorias a que podem adicionar entradas, como Geral, Windows, Network, Internet, Email e Homebanking, mas também podem adicionar grupos à vossa escolha [clicar sobre elas com o botão direito do rato e aparece logo a opção de adicionar um grupo]. Cada vez que queiram guardar uma nova password clicam em “Add entry” no canto superior esquerdo ou através do botão direito do rato e começam a preencher os detalhes [imagem esquerda]: título, username, password, notas (..) Também podem escolher um ícon específico para cada entrada e anexar fotografias para consultar se necessário [imagem direita]. No final, ao fechar a aplicação, se fizerem alguma alteração ele vai pedir para guardar.

Sempre que precisarem de consultar, apenas precisam de aceder à aplicação através da senha que escolheram, clicar sobre o item que precisam de ver com o botão direito do rato e selecionar “Edit/View entry” que vos vai abrir uma janela do género das acima com a informação que guardaram.

Esta aplicação tem também outras funcionalidades que podem explorar, mas usando as mais simples que vos explico hoje (única que uso) vão safar-se bem 😉 Já conheciam?

 

Passo a passo & Dicas | Que material usar na Universidade e como o usar? Prepara o estudo! 📖

Entrar na universidade é como ir de novo para o 1º ano: não conhecemos nada nem ninguém e estamos a entrar no mundo do desconhecido, onde não sabemos com o que vamos lidar. Já tinha feito um post sobre que material usar na Universidade (aqui), mas, para ser sincera, não acho que esteja totalmente explicado de que forma o uso e como podem fazer em situações diferentes com professores diferentes. Então, hoje, venho partilhar convosco o material que gosto de usar para a universidade e a forma como o uso, de forma a também me ajudar no estudo.

Não se esqueçam que o material a usar também depende do curso em que estão, dos professores e até de vocês mesmos, uma vez que cada um tem o seu método de estudo.

· Material ·

O que acho mais prático usarem é uma capa com duas divisões para cada cadeira (parte prática + parte teórica – isto no caso de ser necessário, dependendo da cadeira). Assim, podem arquivar tanto powerpoints e os vossos apontamentos, como fichas, sebentas e protocolos, tudo junto e organizado. Para além disso, é mais prático para poderem apenas transportar o material que precisam de usar na altura, em vez de terem de levar convosco 100 páginas de caderno (que não está todo escrito).

Para as aulas em geral, aconselho a terem um caderno para apontamentos: no início da aula escrevem o nome da cadeira e a data e abaixo toda a informação que acharem necessário escrever sobre a matéria.

14473078497a9cef0dd1215ba3200c3a

fonte

 ↓ ↓ ↓ ↓ ↓ ↓ ↓ ↓ ↓ ↓ ↓ ↓

· Como usar o material e organizá-lo para o estudo? ·

1. O professor fornece o powerpoint anteriormente

Neste caso, como têm os slides a tempo podem imprimi-los e levar para a aula. Assim, ao longo da aula, vão tirando apontamentos diretamente nos slides. Em casa, voltem a rever a matéria dada na aula, utilizando marcadores para sublinhar as partes mais importantes e em que realmente vale a pena se focarem quando forem estudar.

2. Não podem imprimir o powerpoint ou ele não é fornecido a tempo da aula:

Aqui usam o caderno de apontamentos para escrever as notas que precisarem, escrevendo também os títulos/número dos slides a que cada coisa corresponde para se irem guiando. Mais uma vez, em casa releem a matéria, sublinhando as partes importantes e passando os apontamentos para os slides para terem tudo pronto para estudar.

3. O professor só forneceu um livro:

Os livros na faculdade costumam ser caros, é verdade, mas há sempre quem vos arranje fotocópias ou até em formato de pdf, basta perguntarem a colegas dos outros anos. Assim, podem optar por imprimir o livro e sublinhar as partes mais importantes, colocando notas à medida que precisarem OU ver o livro no computador e, à medida que a matéria for dada, fazer o vosso próprio resumo à mão, arquivando as folhas na capa.

4. O professor só escreve no quadro:

Levem convosco folhas para onde passam a informação do quadro e depois podem colocar na vossa capa. Podem também optar por escrever no vosso caderno de apontamentos e depois, em casa, passar a limpo para arquivar.

5. Tudo no computador:

Também há aulas (dependendo do curso) em que apenas é usado o computador para poderem usar os programas em estudo ou semelhante. Se necessário tirar notas, façam-no no computador ou até no caderno e depois podem passar a limpo e anexar.

 Há professores que fornecem bibliografia onde podem encontrar vários livros que vos podem auxiliar no estudo, o que também pode ser importante para tirarem algumas dúvidas ou completarem os vossos apontamentos.

 Há também alguns professores que autorizam a usar computador ou tablet na aula, quer para os apontamentos, quer para ver fichas, protocolos, slides e afins. Normalmente, avisam logo de início se o permitem ou não, no entanto, qualquer coisa basta perguntarem, visto que nem todos os professores o fazem.

E acho que por hoje é tudo 😉 Acima descrevi alguns casos com que se podem deparar [ou, pelo menos, os mais recorrentes] e a forma como eu me organizo e preparo o estudo. Funciona muito bem comigo e se adaptarem à vossa forma de estudo e se mantiverem consistentes, não irão ter problemas 🙂 Para além disso, vão ter sempre o material preparado para estudo na altura de frequências/exames, o que acreditem vos vai dar imenso jeito e vão agradecer ter feito um esforço para fazer tudo a tempo 🙂

Partilhem também abaixo as vossas dicas para nos podermos ajudar 🙂

Creme de Rosto Cien vs Diadermine 💁

Olá 🙂

Hoje, trago-vos uma pequena “batalha” entre cremes, digamos assim, em que vão poder saber a minha opinião sobre os últimos dois creme de rosto que usei. Já tinha falado um pouco sobre o creme da Cien por aqui [só coisas boas!] e, assim que ele acabou, comprei o da Diadermine, pois tinha visto uma review [entre várias] que me convenceu que este ia ser amigo da minha pele mista. Ainda de pé atrás, por ter gostado tanto do da Cien, decidi comprar numa promoção – confesso que o meu “pé atrás” tinha razão.

Cien vs Diadermine

Cien | Diadermine

*Diadermine: 7.99€ no Jumbo*

Os dois cremes têm consistência muito semelhante [atrevo-me a dizer igual] – não são demasiado líquidos nem demasiados espessos – e, por isso, são fáceis de espalhar. Para além disso, se vocês dão importância à embalagem, estas são, também, ambas  semelhantes – de vidro e resistentes.

» Cien

A começar pela primeira impressão que temos de qualquer creme – este tem um cheirinho incrível e fresco que nos deixa contentes só de o pôr de manhã! É indicado para todos os tipos de pele e faz muito bem o seu trabalho de hidratação. Para além disso, e pelo menos no meu caso, ajuda a controlar a oleosidade [yes!]. O único ponto ‘negativo’ é que não tem proteção solar, no entanto, este é facilmente ultrapassado ao usarmos o nosso próprio protetor.

» Diadermine

 O cheiro deste creme é agradável, mas confesso que não tão bom quanto o do anterior – não dá aquela sensação de frescura; parece-me um aroma floral um pouco fechado, digamos assim [boa descrição Ana!]. Sendo específico para pele normal e mista, tem como objetivo matificar a zona T e hidratar as restantes. Sim, hidrata bem a pele; no entanto, quando o coloco parece que sinto a camada de creme ainda sobre a pele durante algum tempo [se é que me faço entender] e não sinto que seja assim tãooo bom com a oleosidade como a marca promete. Não, não me põe mais oleosa, mas, em comparação com o anterior mais barato, não faz um trabalho melhor. Ponto positivo: contém filtros UVA/UVB.

» Como já devem ter percebido, dou preferência ao creme de Cien, uma vez que tem uma ótima relação qualidade – preço e faz um bom trabalho comigo. Para além disso, o creme da Diadermine é, sim, um bom creme, no entanto, o preço que pagamos a mais acaba por não compensar, na minha opinião, uma vez que não faz nada a mais nem nenhum trabalho extraordinário em relação ao anterior.

Como digo sempre, não se esqueçam que isto é o que acontece comigo e o meu tipo de pele – somos todos diferentes!

Já usaram algum destes cremes? 🙂

 

 

 

Des-pa-cito 🎧 | Outfit para Ele & Ela

Este post era suposto ser de outfits para o Verão, mas assim que abri a página da Bershka e vi as camisolas “Des-pa-cito” para rapaz e rapariga, achei mesmo engraçado e não resisti em fazer  um outfit para cada um. Nada muito elaborado, tudo improvisado e com um estilo simples e desportivo que nos permita viver estes dias de calor mais descansados. Tanto dá para ir à praia, como para ir fazer um passeio e aproveitar o dia de sol – é um 2 em 1 😉 Vá, só não dá para irem a coisas formais, eventos e afins, mas essa acho que é fácil de reparar ahah

[Nenhuma das imagens é da minha autoria e têm abaixo a fonte. Passar o rato sobre a imagem/clicar para ver os preços 🙂 ]

• ELE •

1 | 2 | 3 | 4

• ELA •

5 | 6 | 7 | 8

 

Confesso que achei mais piada ao body 😉 Usavam?

Declutter do Guarda-Roupa 👗 | As Perguntas que Te Deves fazer para o Destralhar

Olá 🙂

Não é a primeira vez [nem irá ser a última ;)] que falo aqui sobre fazermos uma revisão ao nosso armário e nos livrarmos do que não precisamos e só está a ocupar espaço. Acho que a este ponto já sabem o quanto sou adepta disso e, ainda assim, ainda tenho um bom caminho a percorrer. Tal como eu gosto de fazer esta revisão, tenho a certeza que muita gente desse lado também e, mais ainda, tenho a certeza que há pessoas que realmente precisam. Já dei algumas dicas sobre isso aqui, mas nos últimos dias dei por mim a pensar [e a fazer a mim própria] numa nova pergunta que nos podemos fazer sobre cada peça para saber se a devemos guardar ou não:

Se eu mudasse agora de casa (da casa dos meus pais onde vivo para uma casa definitiva só minha) ia querer levar isto comigo?

E realmente há coisas que eu não iria querer levar comigo precisamente porque já não me são úteis ou não uso, daí me ter surgido esta ideia.

Para além disso, e para ajudar, encontrei o guião que vos deixo abaixo, no Pinterest, também sobre este assunto e achei que poderia dar jeito a alguém e facilitar esta tarefa 🙂

diagrama do guarda roupa

fonte

Quando foi a última vez que fizeram uma boa arrumação ao vosso armário? 🙂