5 Documentários que Eu Já Vi e Tu Também Devias 🎞

Porque saber um bocadinho mais sobre as coisas e ser informado não custa nada e só ganhamos com isso, hoje, trago-vos 5 documentários que já vi e vos aconselho a ver também. Vamos lá tornar-nos um bocadinho mais conscientes juntos 🙂

1. Before the Flood (2016)

Before_the_Flood_(2016_documentary_film)_poster

 

IMBD: 8.3/10 | Trailer

Poderemos agir antes do dilúvio? – “A look at how climate change affects our environment and what society can do to prevent the demise of endangered species, ecosystems and native communities across the planet.”

 

 

 

2. A Plastic Ocean (2016)

MV5BMTk5MTU0MTA2OF5BMl5BanBnXkFtZTgwMzQ3MjQ5MDI@._V1_

IMBD: 8.0/10 | Trailer

“A PLASTIC OCEAN begins when journalist Craig Leeson, searching for the elusive blue whale, discovers plastic waste in what should be pristine ocean. In this adventure documentary, Craig teams up with free diver Tanya Streeter and an international team of scientists and researchers, and they travel to twenty locations around the world over the next four years to explore the fragile state of our oceans, uncover alarming truths about plastic pollution, and reveal working solutions that can be put into immediate effect.”

 

3. What the health (2017)

MV5BYWU3ZTk1ZDgtNTFlOC00MGRjLWFiZmQtYmI0Y2JjMmI5YTBkXkEyXkFqcGdeQXVyNzI5MjI4MTc@._V1_

 

IMBD: 7.8/10 | Trailer

“An intrepid filmmaker on a journey of discovery as he uncovers possibly the largest health secret of our time and the collusion between industry, government, pharmaceutical and health organizations keeping this information from us.”

 

 

4. Minimalism: A documentary about the importance of things (2015)

MV5BMTkwNzU1OTEzNV5BMl5BanBnXkFtZTgwODY5NzA3NTE@._V1_

 

 

IMBD: 6.7/10 | Trailer

“How might your life be better with less?”

 

 

 

 

5. The True Cost (2015)

220px-The_True_Cost

 

IMBD: 7.7/10 | Trailer

“The True Cost is a documentary film exploring the impact of fashion on people and the planet.”

 

 

 

Tirem algum do vosso tempo para investir em conhecer mais sobre algo que seja do vosso interesse. Estes são os documentários que eu vi nos últimos tempos e acho que todos devíamos ver para, pelo menos, estarmos informados sobre a realidade que nos rodeia [ou que tanto nos tentam esconder], mas existem muitos mais e sobre os mais diversos assuntos.

A minha jornada pelos documentários continua em 2019, aconselham algum para eu começar? 🙂

 

Kit de Maquilhagem Simples e Cruelty-free 🐰

Olá 🙂

Há uns 2 anos fiz um post em que vos mostrava um kit de maquilhagem simples por 25€ [aqui]. Por coincidência a maioria das coisas eram cruelty-free, no entanto, na sequência dos posts que faço em que vos mostro várias alternativas cf de vários tipos de produto, hoje, decidi transformar aquele kit de maquilhagem num igualmente simples [mesmo tipo de produtos], mas totalmente cf. A ideia é mostrar mais variedade de marcas e que conseguem ter igualmente boa maquilhagem. Vamos lá 🙂

[As imagens não são da minha autoria, fontes nos links abaixo]

cruelty free makeup kit

  1. BB Cream: Daily protection BB cream SPF 30 • Kiko • 9.95€ • aqui
  2. Máscara de pestanas: Máscara ousada curva e levanta • quem disse Berenice? • 8.90€ • aqui
  3. Paleta de olhos: Chocolat Bar • Too Faced • 46.95€ • aqui
  4. Lápis de olhos: Lápis para olhos • Essence • 1.89€ • aqui
  5. Eyeliner: Glam and Doll back eyeliner waterproof • Catrice • 3.79€ • aqui
  6. Kit de contorno: Ultra sculpt and contour • Makeup Revolution • 4.30€ • aqui
  7. Batom: Velvet Touch • Gosh • 7.99€ • aqui

Algumas das coisas que vos mostro aqui estão em desconto, por isso, se estiverem interessadas/os aproveitem 😉

7 Formas Simples de ser mais Amigo do Ambiente em Viagem ✈

its just one straw
Fonte

1 Leva a tua própria garrafa de água reutilizável: quando chegares basta comprares um garrafão e ir reenchendo para andar sempre contigo.

2 Leva 1ou 2 sacos de compras reutilizáveis: basicamente não ocupam espaço na mala e, assim, não precisas de utilizar os sacos de plástico do supermercado.

3 Recusa o máximo de sacos de plástico: quer sejam sacos de lojas de souvenirs, por exemplo, ou mesmo sacos de fruta/legumes no supermercado. Para substituir estes últimos podes levar os teus próprios sacos reutilizáveis – e vamos ser sinceros: não é preciso um saco para levar uma maçã ou um cacho de bananas.

4 Compra os bilhetes online sempre que possível – bilhetes de metro, visitas a museus, excursões (…). Normalmente, são mais baratos, não tens que esperar em fila, não há tanto a possibilidade de os perder [visto que ficam no telemóvel] e é mais um bocadinho de papel que poupamos.

5 Anda a pé ou utiliza os transportes públicos sempre que possível: primeiro, são opções mais baratas e menos poluentes. Há, ainda, muitas cidades onde podem comprar um passe para viajar durante x dias em qualquer transporte quantas vezes precisarem. Já andar a pé vai permitir conhecer melhor os cantos à cidade, descobrir lugares novos e é sempre uma nova aventura.

6 Recusar palhinhas: esta já é da praxe. As palhinhas não são recicláveis e vão diretamente para o lixo, onde acabam por ir parar aos mais variados sítios, inclusive a barriga de muitos animais marinhos, como tanto tem aparecido nas redes sociais. Em alternativa podem sempre levar a vossa palhinha reutilizável de casa se a tiverem.

Se vos for permitido nas condições em que estão: reciclem sempre que possível!

É tão simples assim. Fácil, não é? 🙂

O que Fazer com o Boião de Batom Hidratante ♻

Olá 🙂

Confesso que usar batom em boião não é o mais prático, mas são usados à mesma e eu, que uso a toda a hora, não sou exceção. Já há muitos anos que reutilizo os potinhos e, hoje, venho dar-vos algumas sugestões para fazerem o mesmo 🙂

batom

Colocar pastilhas elásticas – é aquilo que mais faço para não andar com o pacote inteiro das chiclas [quando as tenho]. Assim, também posso comprar daqueles potinhos maiores e faz-se menos lixo.

Colocar cremes – das mãos, cara, corpo, pés, protetor solar (…) – e levar na mala, tanto de viagem como do dia-a-dia.

3 Colocar óleo de coco – para usar ao longo do dia, por exemplo, como batom hidratante ou hidratante de pele [atenção que em alturas mais quentes fica líquido e pode verter].

Guardar medicamentos na bolsa [again, viagem ou dia-a-dia].

Colocar mais batom hidratante – quer seja de um batom maior que tenham, de um que tenha a embalagem estragada ou um que façam em casa.

Também serve para guardar pregos, missangas, anéis ou outros objetos mais pequenos.

Estas são algumas formas de reutilizar estes potinhos, para o que é que os usam mais? 🙂

 

Porque troquei o Gel de Banho pelo Sabonete Sólido ❓

Olá! Como está tudo por aí? 🙂

Sim, eu sei, por aqui andamos desaparecidos, mas confesso que a motivação para escrever andava em baixo, pelo que decidi tirar um tempinho. Não quero meter aqui conteúdo só porque sim, por isso, bear with me e vamos voltando aos poucos 🙂

Mas bem, afinal porque é que troquei o gel de banho pelo sabonete?

Já pensou em fazer seu próprio sabonete?E o melhor: um sabonete suave, com quase nenhuma química, excelente para a pele e o meio ambiente.Este sabonete de alecrim é isso tudo.
Fonte

• 1 •

A inicial e principal motivação foi sem dúvida a vontade de reduzir o plástico gasto neste tipo de produtos – é um produto que usamos diariamente e, por isso, tem que estar constantemente a ser substituído. Mesmo que acabemos por, por vezes, comprar um sabonete em embalagem de plástico a quantidade de plástico gasta é muito reduzida.

• 2 •

Para além disso, é um produto que fica mais barato e tende a durar mais do que a versão líquida.

• 3 •

Experimentar não custa e foi o que eu fiz – o que eu não sabia é que ia gostar mais! Decidi comprar o sabonete original da Feno e reparei logo desde o início que faz um melhor trabalho a deixar os óleos da pele no seu lugar – sinto que deixa a pele mais hidratada ao não lhe retirar toda a hidratação própria, digamos assim.

• 4 •

Outra coisa que reparei logo foi o facto do sabonete sólido ter menos ingredientes do que a versão líquida, pelo que na minha cabeça menos químicos são sempre bem vindos 

Já experimentaram este sabonete? Qual aconselham? 🙂

Saponina | Desodorizante Sólido, Vegan e Sem desperdício 🌱

Olá 🙂

Já não é novidade que por aqui se tenta ser amigo do ambiente e nada melhor do que ser amigo do nosso corpo também, não é? Hoje venho falar-vos do desodorizante sólido da loja (no Facebook – aqui -, mas em breve com o seu próprio site) Saponina, uma loja portuguesa criada pela Liliana quando se viu na necessidade de melhorar a vida da sua filha que fazia alergia a vários tipos de cosméticos recomendados por dermatologistas.

saponina2

“Os desodorizantes Saponina são mais eficazes do que a pedra de alúmen ou desodorizantes sem sais de alumínio e duram mais do que os sticks.” São de desperdício zero (sem embalagem), 100% de origem natural e biológica, vegan e não são testados em animais. Contém óleo essencial de palmarosa ou tea tree que tem uma ação sobre as bactérias, bicarbonato de sódio que regula o pH do desodorizante, argila branca usada pelas suas propriedades de purificação e limpeza, óleo de coco e manteiga de karité para manter a hidratação e conforto, entre outros.

Estes desodorizantes não são anti-transpirantes. Os anti-transpirantes são desodorizantes formulados com ingredientes sintéticos (como o aluminio, zircónio, parabenos, phenoxietanol, etc) que bloqueiam os canais sudoríperos e inibem as glândulas, de modo a bloquear a libertação de toxinas, ou seja, impedem a libertação do suor fazendo com que este fique retido dentro dos poros. Isso acontece devido à presença do alumínio, que tem o poder de fechar os poros. Estes anti-transpirantes têm levantado muitas polémicas ao estarem associados a doenças como o cancro da mama, insuficiência renal e alzheimer, devido à sua ação de desrupção hormonal.
Os desodorizantes Saponina são formulados apenas com ingredientes naturais e biológicos e que não bloqueiam o suor, apenas regulam de forma natural a bactérica que é responsável por provocar o odor. Sente-se sempre alguma humidade, ou seja, as suas toxinas continuarão a ser naturalmente libertadas, no entanto, a bactéria será controlada graças à regulação natural do nível de ph. O feedback tem sido muito positivo por homens, desportistas e pessoas com odores muito difíceis de controlar.

Existem 4 desodorizantes diferentes:
– Tea tree e palmarosa ( + forte, para odores + difíceis de controlar)
– Erva principe e tea tree
– Palmarosa e alfazema
– Tea tree, palmarosa e bergamota

saponina1

O preço de cada um é de 3€ e os portes (apenas para o desodorizante) foram de 0.85€.

> A Minha Experiência <

Confesso que no início estava um bocado reticente, logo, escolhi comprar o mais forte: Tea tree e palmarosa. O processo de compra foi bastante fácil e rápido e a Liliana mostrou-se sempre disposta a ajudar. A encomenda chegou rápido e amorosamente embalada em cartão (menos plástico gasto ) com um lacinho, já para não falar do cheirinho fantástico que vem da encomenda [fechada e aberta!]. No interior tinha não só a fatura e o desorizante, como um cartãozinho de agradecimento pela compra e um disco de soja para perfumar as gavetas [uma oferta da Liliana ].

saponina3

Estou a usar o produto desde Maio [há 2 meses e pouco, portanto] e posso-vos dizer que fiquei surpreendida! Com calor ou frio, podem estar descansadas/os: sim, vão sentir que, de facto, não é um anti-transpirante, mas que bloqueia o cheiro. No meu caso, o que sinto é que, por vezes, não estou a cheirar mal, mas parece que sinto o cheiro a suor escondido – é como se não cheirasse, mas cheirasse um bocadinho, nem que fosse só eu a cheirar, então, por vezes, é um pouco incómodo. No entanto, até já usei na praia e não tive nenhum problema catastrófico 🙂 Para além disso, é muito duradouro [o meu nem vai a meio] e fácil de usar: basta molhar em água quente ou fria, e em seguida, passá-lo nas axilas OU passar diretamente nas axilas molhadas. Uma camada fina de creme vai-se depositar sobre a pele e isso é o suficiente.

Podem guardá-lo numa saboneteira ou simplesmente num frasquinho [normalmente, deixo o meu aberto para a água evaporar]. A única coisa a que tenho mais atenção, uma vez que é uma barrinha branca é, quando uso roupa escura, espalhar o creme com a mão para evitar transferir branco para a roupa [não é comum]. De resto, mesmo que não o faça não macha e sai facilmente.

Andei uns tempos a tentar comprar apenas aqueles que não têm álcool nem alumínio, mas a verdade é que não deixam de ter bastantes químicos e quis experimentar um mais natural. Além disso, é muito fácil ler o “0% álcool”, mas o que a maioria das pessoas não repara nesses rótulos é que os álcois lá continuam [nomes acabados em -ol são da família dos álcois para quem quiser estar atento], talvez em menor quantidade mas estão.

Foi uma primeira boa experiência, apesar de não ser uma opção 100% adequada para mim. Aconselho mesmo que experimentem esta alternativa aos desodorizantes comuns até encontrarem a mais adequada ao vosso caso! 🙂

Visitem a Saponina aqui 🙂

 

5 Produtos de Cabelo CF 👩

Olá 🙂

O último post deste género foi sobre vernizes [aqui] e arranjei-vos umas boas pechinchas tudo cruelty-free. Hoje, é a vez dos produtos de cabelo – uns mais baratos, outros mais caros, mas sempre para todos os gostos 😉

produtos_cabelo_cf

Inecto | Novex | Lush | Babaria | Dr. Organic 

Alguns destes produtos estão em desconto por enquanto, por isso, se algum for do vosso interesse verifiquem nos links acima os preços a que os conseguem comprar 😉

Que marcas mais costumam usar? 🙂

6 Vernizes CF a menos de 3€ 💅

Olá 🙂

Mais uma vez vos venho trazer algumas alternativas e, desta vez, para vernizes e baratinhos! 😉 Confesso que já não compro nenhum há muitooo tempo, mas quando compro tento sempre encontrar algo bom e barato, visto que – let’s be honest – é um verniz. Estes 6 que vos mostro são todos a menos de 3€ e de marcas facilmente acessíveis a todos.

verniz_cruelty_free

Avril | Primark | Essence | Andreia | Kiko | Quem disse berenice

 

Marcas como a Essence, Catrice e Gosh encontram facilmente na Wells, no Continente. Já Avril podem comprar online com a Ana Sargo – neste post têm um código de 10% de desconto que podem usar 🙂 Os vernizes desta gama da Kiko custam, originalmente, 2.90€, no entanto, encontram-nos o ano todo a 1.90€ e agora têm alguns a 1€.

Podem ver mais alternativas cruelty-free e económicas para creme das mãos e máscaras faciais aqui blog.

Qual a vossa marca de verniz favorita? 🙂

O que fazer enquanto Estudante para Poupar o Ambiente 🌏

zero_waste_student

1 Usar cadernos antigos para os apontamentos: eu aproveitei o resto dos meus cadernos do secundário para os apontamentos que tirava nas aulas. O mesmo podem fazer com cadernos dos vossos irmãos ou mesmo cadernos/blocos em branco que têm parados em casa.

2 Guardar folhas que tenham partes em branco para rascunhos/fotocópias: Fotocópias mal tiradas ou folhas que eventualmente se tornem desnecessárias e tenham espaço em branco podem ser aproveitados par futuros rascunhos ou até para fotocopiar nas traseiras.

3 Reciclar papel: parece-me óbvio, mas nunca é demais ressaltar. No centro de cópias da universidade, o papel que é para o lixo não vai para reciclar e confesso que isso me incomoda bastante. Resta-nos a nós direcionar o nosso lixo para reciclar [quem diz papel, diz plástico e vidro!].

4 Utilizar as canetas que temos por casa: sim, aquelas que os senhores do stand nos dão também escrevem e precisam de ser usadas. Poupamos o ambiente, uns trocos e um centímetro de espaço na gaveta.

5 Reutilizar capas de anos anteriores: a minha mãe tinha imensas capas cheias com material que já não usa nem vai precisar. Acabou por esvaziá-las e eu vou aproveitando para meter as coisas da universidade. Se tiverem na mesma situação, dêem uma vista de olhos pela tralha porque há sempre algo que se aproveite.

6 Imprimir apenas o necessário e no mínimo espaço possível: os slides na universidade têm um número infinito de diapositivos e uma boa parte deles, por vezes, apenas tem uma imagem irrelevante, um título repetido ou o mesmo conteúdo – estes podem ser retirados e acabam por tornar o powerpoint mais pequeno e consistente e *truque*, aos nossos olhos, a matéria parece menos. Para além disso, é raro o conjunto de slides que fique imperceptível com 4 dispositivos por página, poupando, assim, umas quantas folhas.

7 Dar a quem precisa: se imprimiram algo errado ou de forma errada, mas sabem que há alguém que vai precisar e usar dêem a essa pessoa e evitam deitar mais coisas ao lixo.

8 Emprestar apontamentos: reduzindo a quantidade de papel que a outra pessoa vai usar, visto que já há coisas que tem nas vossas coisas e, por isso, não vai precisar de imprimir. Aqui será mais fácil, claro, se não estiverem a fazer a cadeira/disciplina e algum colega precisar, caso contrário vocês precisam dos apontamentos.

9 Fazer a própria agenda com coisas que já temos por casa: lembram-se do meu bullet journal [aqui]? É isso mesmo, uma agenda que eu fiz em casa com coisas que já tinha, sem comprar uma única coisa. Reduzir o consumismo também é ajudar o ambiente!

10 Levar snacks de casa: evitando comprar comida na universidade e, assim, diminuindo o lixo que iria ser usado para fazer o vosso croissaintzinho misto aquecido … que vai todo para as ancas! 😂  Para além disso, podem tentar reduzir no lixo dos snacks que levam.

Quantas destas já andam a fazer? 🙂

 

Lush e a sua Amizade com a Natureza 🌎 | Vocês sabiam que ..

.. o esferovite que vem nas encomendas da Lush é mais eco friendly do que pensávamos?

Como já vos falei quando a Lush foi a loja do mês [aqui] os seus produtos são todos feitos à mão, 100% vegetarianos e não são testados em animais, podendo lá encontrar uma grande variedade de produtos, muitos deles amigos do ambiente em termos de packaging. O que eu não mencionei e que também descobri logo depois é que, para além de vir tudo muito bem embaladinho e seguro, o esferovite que a encomenda traz desfaz-se na água! Pura verdade amigos!

Como ainda tinha a caixa da última encomenda comigo, fui testar com as minhas próprias mãozinhas e olhem só:

 

Ao toque nota-se que este esferovite é mais mole. Assim que se mete debaixo de água, começa a ficar uma espécie de gelatina que se vai degradando até desaparecer dissolvido. Fantástico! Não consegui descobrir de que material é feito para isto acontecer, mas se alguém souber comente aqui em baixo o segredo desta magia eco friendly para nós sabermos 😉

Já sabiam disto? Agora não precisam de deitar nada disto ao lixo 🙂