“Sou viciada em maquilhagem, e agora?” 💄 |10 Passos para Destralhar e Mudar!

Olá 🙂

Já vi em vários sítios online várias pessoas a falaram do seu vício por maquilhagem/cosmética à procura de ajuda e dicas para destralharem e começarem a deixar esse vício, nada saudável [para a mente e para a carteira], de lado. Será fácil de entender que, a menos que faça parte da nossa profissão [ou semelhante], ninguém precisa de tanta maquilhagem assim, certo? 🙂 [Atenção, ter muita maquilhagem não é o problema, a questão aqui é chegar ao ponto do vício da compra!] Sem muita demora, se têm este bichinho a chatear-vos, deixo abaixo um conjunto de passos para vos dar uma mãozinha 🙂

makeup addiction tips (1)

Picture adapted from here. Read the article folks

0 Pegar em 4 caixas ou reservar espaço para 4 pilhas de produtos no chão

  1. Guardar
  2. Lixo
  3. Produtos novos/nunca usados
  4. Vender/doar

 

 

1 Tirar tudo dos armários!

Primeiro passo e muito importante para vos dar uma noção da quantidade de produtos que têm. Tiram tudo o que têm dos armários e colocam num espaço só – quer seja em cima da cama ou no chão, lembrem-se de colocar um lençol velho [ou semelhante] por cima para não sujar.

2 Pôr de parte produtos de uso diário ou regular

Com certeza que têm produtos que usam com muita regularidade ou mesmo diariamente, esses sim são aqueles que devem colocar logo de parte para manter, pois dão-lhes realmente uso. Apesar de estarem de parte, dividam-nos por categoria também. Não vale exagerar, são mesmo só os que usam muito!

3 Separar os restantes por categoria

Os restantes produtos separam por categoria [base, batons, eyeliner, máscaras,..] para começarem a ter uma melhor visão do que vos resta e também para vos ajudar nos próximos passos.

4 Verificar o que está acabado ou velho/fora de validade → Lixo ✘

Primeiro comecem por ver se têm produtos mesmo mesmo a acabar ou acabados que ainda andavam pelo armário – esses podem ir logo para a caixa do lixo. Nos restantes, ver a validade, indicada pelos icons da imagem abaixo – no meu ponto de vista, isto não quer dizer que se têm um produto com validade de 12 meses = 1 ano e o têm há 1.5/2 anos devem deitá-lo fora. Devem mesmo focar-se nos produtos que têm há anos [!!] e que continuam guardados – afinal, se os usassem assim tanto já tinham acabado. Para além disso, não se esqueçam que esses produtos vos podem causar alergias se estiverem estragados.

validade-cosméticos

fonte

5 Produtos novos e não usados → Caixa

Produtos novos que nunca usaram, selados ou não, vão para a caixa respetiva e vamos voltar a eles no fim.

6 Lidar com os restantes produtos

Agora vem a parte difícil – com todas as fases anteriores já fizemos um longo caminho, mas ainda nos restam produtos: os usados, meio usados-meio por usar. Aqui é uma questão de comparar o que sobra com o que já têm [aqueles que colocaram de parte, pois usam diariamente]. Aqui estão alguns exemplos:

  1. Se têm um determinado tipo de produto quase a acabar vão precisar de outro entretanto, logo, devem guardar, pelo menos um [máximo 2!], como back up [guardar].
  2. Se usam diferente tom de base no Inverno e no Verão devem guardar os respetivos produtos.
  3. Têm 5 batons de tons muito semelhantes, mas marcas diferentes – basta escolher o que mais gostam. O mesmo com as cores de sombras nas paletas – guardam apenas a/as que contêm os tons que mais usam e que vão dar para todo o tipo de ocasiões.

Assim sucessivamente, dividindo os produtos entre a caixa de vender/doar e guardar.

7 Limpar e Organizar

Aconselho a que primeiro passem um pano molhado por todos os produtos que são para guardar e armários. Depois, sim, podem passar a colocá-los de novo no sítio bem organizados: produtos mais usados à frente e novos/quase cheios atrás, de forma a os irem usando e acabando por esta ordem. Têm algumas dicas de recipientes de organização aqui

8 O que fazer com o resto dos produtos?

A caixa de coisas para guardar já está vazia, logo, falta-nos saber o que fazer com os produtos novos/nunca usados e os que simplesmente ficaram de parte no último passo de “triagem”. A primeira coisa a fazer seria deixarem as vossas amigas/família darem uma olhada para ver se querem alguma coisa – doar ou vender-lhes, fica ao vosso critério. O que sobrar podem vender no Olx [explico-vos como o fazer passo a passo aqui] ou sites semelhantes, em grupos de facebook ou colocar no vosso facebook próprio à venda – não esquecer de colocar detalhes do produto, principalmente, se não for novo e ter em atenção se o produto está em condições para vender.

9 As regras de Ouro para o futuro!

Aqui é onde começam a vossa jornada para diminuir e abafar o vício:

  1. Acabar todos os produtos que têm!
  2. Apenas comprar um produto novo quando já não tiverem nenhum dessa categoria → Não comprar duplicados!
  3. Não cair em promoções, compras de grupo ou “oh, é só desta vez”.
  4. Não precisam, Não compram.

Diria que estas são mesmo as principais ideias a seguir para conseguirem chegar ao vosso objetivo. Claro que vai ser difícil e talvez até não consigam livrar-se de tudo o que deviam à primeira, por isso, podem ir fazendo este “ritual” todos os meses ou de 2 em 2 meses até conseguirem encontrar um equilíbrio.

Alguém já a começar a destralhar? 🙂

Anúncios

5 Cremes das Mãos CF a menos de 5€ 🖐

Olá! 🙂

Estou de volta para vos ajudar! Claramente que o tempo de Outono veio disfarçado, não estivesse hoje dia de verão, mas os temperaturas um pouquinho mais baixas [nem que sejam uns graus] vão chegar e isso acaba por afetar a pele de algumas pessoas. Sendo as mãos uma das partes do corpo que mais usamos e que estão mais expostas ao frio, acabam por ficar ainda mais secas, o que se agrava quando já têm tendência para pele seca, frieiras e afins. Não estaremos à espera de milagres, eu sei, mas uma ajudinha extra não faz mal nenhum 🙂

Hoje, trago-vos 5 cremes das mãos a menos de 5€ [um deles custa 5€ certinhos, não me massacrem]: com isto não só vos estou a sugerir produtos baratinhos, como são todos cruelty-free e alguns até vegan!

[Nenhuma das imagens é da minha autoria, fonte para elas nos links abaixo]

CremeMaosCF

Inecto | The Body Shop | Bioten | Ziaja | Babaria

Destes, os únicos que tenho a certeza que são vegan são os da Inceto e da The Body Shop. Todos podem ser encontrados em supermercados (ou loja, no caso da Body Shop) e em lojas online, sendo que encontram bons preços para a maioria na Primor (falo-vos dela aqui).

Já usaram algum? Deixem o vosso feedback abaixo 🙂

Botins e Botas 👢 | Promoção Bershka

Olá!

Na procura por botins [que os meus já estão a pedir descanso] deparei-me com uma promoção que está a decorrer na Bershka: -10% na compra de um par e -20% em dois ou mais pares. Visto que são os meus favoritos para usar e que a estação assim o incentiva, achei que nada melhor do que partilhar convosco, não só a promoção, mas também alguns modelos incluídos nela a menos de 30€! Há modelos para todos os gostos e uma coisa bastante útil → meninas do pé pequeno, normalmente, eles têm a partir do 35! I feel you.

[As imagens não são da minha autoria, visitar os links para aceder à fonte]
  1. Botins tacão geométrico | 25.99€ | aqui
  2. Botins com plataforma | 29.99€ | aqui
  3. Botins com tacão médio | 29.99€ | aqui
  4. Botim raso com cordões | 29.99€ | aqui
  5. Botim de tacão médio com fecho de correr | 25.99€ | aqui

Alguém mais com botins a pedir reforma? ;D

Avril Cosmetics • Cométicos naturais e orgânicos + Código de desconto!

Mais um mês, mais uma loja por aqui. Primeiro de tudo, a marca: Avril Cosmetics – uma marca francesa nascida em 2012 que se entitula “The french brand of organic and natural beauty” – é fácil de entender porque está aqui hoje, certo? Só coisas boas! 😉 Esta marca pretende conjugar produtos de beleza, orgânicos e naturais de boa qualidade com a ecologia.

products_avril

A Avril encontra um equilíbrio entre a utilização racional dos recursos e a produção de produtos respeitadores do ambiente. Tem uma gama de maquilhagem bio com produtos de certificação biológica, sendo que, pelo menos, 95% dos ingredientes são naturais ou de origem natural e pelo menos 10% dos ingredientes são provenientes da agricultura biológica. Para além disso, a gama orgânica é certificada pela Ecocert. Sempre que possível prometem reduzir o packaging ou utilizar embalagens maiores de forma a diminuir o uso de plástico e, por isso, o impacto ambiental. Ainda melhor → é uma marca cruelty-free e com produtos vegan!

avril_products

A Avril é vendida em algumas lojas (daquelas bio, sabem?) aqui em Portugal, mas eu venho cá facilitar-vos a tarefa: a Ana Sargo é uma revendedora Avril que vos envia tudo o que precisarem direitinho e ainda com uma amostra para poderem experimentar outro produto! Para além disso, no seu facebook têm todos os produtos com descrição, lista de ingredientes, preço e se é vegan ou não. Têm ainda a vantagem de apenas pagarem os portes de correio (preço de acordo com o peso) ao invés de pagarem o preço fixo de envio do site que acaba por ficar bem mais caro. Acima de 20€ não pagam portes. Para além disso, ela foi muito simpática e disponibilizou um código de desconto para as seguidoras do blog:

codigo desconto

Podem encomendar aqui ou aqui e utilizar ou mencionar o código se quiserem usufruir de desconto 🙂

Nas próximas semanas, vai também sair um post com a minha experiência com os produtos Avril que já testei. Já conheciam a marca? 🙂

 

10 Atitudes Simples para Diminuir o Lixo que Fazes! 🗑

Olá! 🙂

Quem me conhece sabe que sou aquela amiga que está sempre a reclamar quando deitam lixo ao chão ou no sítio errado e sou chata mesmo com isso 😅 A verdade é que não gosto mesmo – afinal quem é que gosta de andar na rua cheia de lixo? – não só pelo lado “estético” da coisa, mas ainda mais pelo lado ambiental – porque claro que a maioria das pessoas não pensa que quando a tampa da garrafa cai ao chão [e lá fica] vai demorar 15 anos a ser degradada, 15 anos! O filtro do cigarro 5 a 10 anos, o plástico cerca de 450 anos e as fraldas dos bebés ganham estes todos com os 600 anos que ficam no planeta para se degradarem! Isto sem falar no vidro que digamos que basicamente fica cá para contar a história! 🆘 Já ganhei a vossa atenção?

zero waste tips

Bem, visto que começar a diminuir a quantidade de lixo que fazemos pode ser uma tarefa bem mais simples do que parece, deixo-vos abaixo algumas coisas básicas e rápidas que podem fazer nesse sentido, nada que peça demasiado esforço 🙂

1 Não utilizar sacas de plástico – substituí-las por pelas sacas reutilizáveis, de pano ou de rede.

2 Aproveitar os frascos de vidro que temos em casa para guardar outras coisas, seja comida ou outros artigos. Da mesma forma, reaproveitar outros recipientes úteis e laváveis.

3 Optar por comprar embalagens maiores – continuamos a ter que comprar uma embalagem, mas o lixo que vem com ela é menor.

4 Utilizar panos em vez de papel para limpar. O mesmo com os lenços de papel.

5 Comprar a granel sempre que possível.

6 Utilizar um tupperware para transportar comida sempre que possível. Um exemplo simples: levar lá as bolachas e fruta em vez de embrulhar num guardanapo.

7 Evitar loiça descartável ao máximo! Não a usar é o ideal.

8 Preferir tupperwares de vidro – simplesmente para reduzir a quantidade de plástico. Para além disso, são mais resistentes e estragam-se com menos facilidade [a menos que os deixem cair 😄]

9 Utilizar uma garrafa de água reutilizável para levar convosco no dia-a-dia! O mesmo com garrafões: se tiverem uma fonte perto de casa optem por ir buscar água lá.

10 Esta é óbvia e essencial, mas deixei para o fim por pedir um pouquinho de esforço da vossa parte: Reciclar! Plástico, metal, vidro, papel e cartão são todos recicláveis e reduzem drasticamente a quantidade de lixo que fazemos se os reciclarmos. Considerem começar a fazê-lo se ainda não o fazem 🙂

Não se esqueçam que a quantidade de lixo que fazemos afeta o planeta, o que acaba por nos afetar também! Se queremos viver bem nele, temos que cuidar dele.

Quantos destes dez pontinhos já cumprem? 🙂

 

Um bocadinho de Outono … a Menos de 10€ 🍁

Olá 🙂

Sim, estamos a falar de Outono, mas não é daquele que veio disfarçado de Verão nestes últimos tempos, estamos a falar de Outono mesmo – aquele das mantinhas e tons quentes. Sem rodeios, aqui vão oito sugestões a menos de 10€  ↓

[As imagens não são da minha autoria e a fonte está nos links abaixo]

Outono

 

  1. 40 Luzes LED | Primark | 3€ | aqui
  2. Cesto | Zara Home |9.99€ | aqui
  3. Vernizes Perfect gel duo | Kiko |7.95€ | aqui
  4. Manta | Primark |5€ | aqui
  5. Travel Mug | Primark | 3.50€ |aqui
  6. Meias antiderrapantes|Women’secret | 7.99€ | aqui
  7. Sweatshirt| Bershka | 9.99€ | aqui
  8. Batom líquido matte | Quem disse berenice? | 7.90€ | aqui

 

Tenho que referir que falta aqui uma velinha que acaba por ser algo que dá um ambiente cozy e que me lembra também do Outono e tempo mais frio. Eu cá já acendi a minha, e vocês ? 🙂

O meu Bullet Journal 📖

Se não sabem o que é um Bullet Journal you’re missing out, por isso, vamos começar já por aí: lembram-se do post sobre formas de preenchermos cadernos em branco? O bullet journal é todas essas em um só! É um caderno em que têm a liberdade de organizar todas as coisas do dia-a-dia de forma adaptada às vossas necessidades – uma agenda com as secções organizadas à vossa maneira e feitas por vocês.

Nos últimos anos, tenho usado [mesmo] uma agenda e, assim que conheci o conceito, decidi que queria experimentar para este ano [sim, porque no ano passado baldei-me!]. O mais comum é fazerem-se as secções base no início de cada mês e ir-se construindo a “agenda” todos os dias de acordo com o que necessitamos. No meu caso, como queria uma agenda para ir colocando tudo o que necessitava para o ano e sabia que depois não tinha tempo [e disposição] para ir fazendo, decidi desenhar tudo de uma vez no Verão. Não custou nada, desenhar um mês por dia demora-vos cinco minutos! Primeiro, claro, fiz o planeamento do que queria colocar e só depois passei ao trabalho.

 

Apesar de não ter fotografias de tudo [eram demasiadas!] vou-vos mostrando algumas, bem como todas as secções que decidi colocar no meu bullet. Aviso desde já que, normalmente, eles são todos artísticos e cheios de desenhos fofinhos que não incluí no meu porque queria algo muito simples e porque não tenho jeito para a coisa 😉

1 Código: Se pretendem ir colocando tarefas, datas de entregas, exames e afins podem definir um código que simbolize cada um desses pontos, tornando-os mais fáceis de identificar. Tenho os meus simplesmente num post-it.

2 Calendário anual: Confesso que foi o que custou mais a fazer. Nas imagens têm uma parte dele. Coloquei também as alturas de mudança de estação e horas.

3 Aniversários: Para os mais esquecidos nunca mais se esquecerem 😉 Vou apontando para depois guardar para outros anos.

4 Despesas mensais: No meu caso, é muito simples porque é apenas um tracker de despesas escolares [fotocópias, almoços, …], mas podem fazê-lo em coluna, como o calendário anual, para colocar todas as despesas do mês e terem uma ideia do que gastam.

5 Gastos: Separada das despesas escolares tenho esta secção para meter os gastos maiores que faço.

6 To Do List: No meu caso, para tarefas da universidade – cada vez que tenho uma aula para organizar coloco o nome da aula e data [para poder pesquisar no caderno] e é só colocar um certo quando estiver feito. Vou mudando o post-it à medida que enche.

7 Tracker: Confesso que este não foi pensado da melhor maneira e, por isso, devia estar desenhado doutra forma. Podem utilizar para o exercício físico, quantidade de água bebida ou hobbies, por exemplo. Infelizmente, esqueci-me de usar o meu em Setembro, mas este mês já comecei 😉

8 Séries: Tenho esta secção para escrever as séries que estou a ver e o episódio em que fiquei. Confesso que não estou a usar porque faço isso no telemóvel, maaaas quem sabe para vocês não dê mais jeito 🙂

bulletJournal (2)

9 Need/Wishlist: Pretty self-explanatory – podem utilizar este esquema para outro tipo de listas que vos seja útil.

10 Factos sobre mim: Achei que seria engraçado juntar alguns factos, estranhos ou não, sobre mim, quase como uma análise pessoal. Confesso que preencho mais esta secção na minha cabeça do que no caderno 😂

11 Finalmente, a agenda em si: Como já tenho calendário anual, basta-me agora uma agenda semanal: coloquei o nome do mês com um mini calendário do mesmo ao lado e, a seguir, os dias + dias da semana com espaço para escrever. Tentei fazer de várias formas diferentes para ver qual me dava mais jeito/gostava mais. Deixo-vos algumas [ainda não muito escritas] abaixo 🙂

Podem aproveitar qualquer caderno que tenham aí em casa e não precisam de comprar nada de novo! Alguém aí já tem bullet? 🙂